30.5.20

Pensando com os meus botões...





... enquanto leio nos blogs coisas do tipo:

"milhares de americanos infectados e mortos pelo Covid-19, num cruel sistema de saúde, em uma péssima administração por Trump...."




O auge da indecência e da inversão de valores começa quando, malandramente, a esquerda atribui culpa às vítimas e faz questão de esquecer que a China comunista produziu, disseminou e acobertou, por meses, a existência de um vírus mortal. 


3.5.20

Inferno (outra versão)







De que adianta tanta empáfia, 
se as leis são uma piada 
e feitas com uma mão na caneta 
e a outra na braguilha 
por e para bandidos que as manipulam 
conforme a conveniência. 
Aliás, onde estavam todos esses 
especialistas, juristas, catedráticos 
e adjacentes, enquanto os 
comunistas e correligionários 
saqueavam o país? 
Onde dormiam? 
O que comiam? 
O que faziam? 
Por onde andavam? 
Corriam juntos? 
Inferno

Salete Bet Cattae 


2.4.20

Vai passar












vai passar
como um coração que já tudo ardeu
um dia a guerra irá acabar

a granada
a nascente
o sol
um fulgor de vozes inclementes
sobre o exército de rebentos
com suas faces de répteis
e ideias bifurcadas

vai passar
porque assim é a vida
repito: vai passar

e então afastarei
o capim branco das hortaliças
no recesso das minhas memórias
até extrair o cheiro doce
das jabuticabas



Salete

29.12.19

O coração da casa






ouvi dizer que para escrever de dentro do outro
é preciso sentar -se à mesa do outro
antes porém limpar os pés
depois ouvir a sua fala e o seu silêncio
e mais intimamente o seu desgosto

por isso
abstenho -me de perturbá-los
com os trejeitos líquidos
dos meus verbetes
fora de ordem

que uma vírgula entre os objetos
inanimados da sua sala
sou eu a me transbordar e
mudar todo o coração da casa


20.12.19

Quando forem falar





Quando forem falar em tortura, falem também das guerrilhas, dos sequestros, das bombas colocadas em carros. Falem do remédio amargo contra a esquizofrenia de ideias e também da falsa liberdade e os propósitos do outro lado ou simplesmente digam: "os ditadores são nefastos" ... assim fica mais claro para quem lê, entender que realmente se conhece a história e que não se trata de mais um doutrinado.

7.9.19

Setembro








setembro calou -se em ti
as ruas que arderam
lentamente
foram ficando vazias
absorveram em gestos
líquidos e naturais
a loucura da vida
mas se o desígnio é o torpor que
alimenta corações
arremessa
por sobre as árvores enormes que você plantou
o alhar e repara
que ao abrigo deste silêncio
que te quer
ainda se ouvem
perenes e musicais
os pássaros



Salete








26.7.19

Ainda que seja pássaro



ainda que seja pássaro fugidio
desprovido de futuro
transitando solitário num céu
de quebradas nuvens

ainda que seja colheita
extraída no lapso
das aparentes ternuras

ainda assim
o poema será sempre
a casa onde cabe um coração
e também um alvoroço
de inquebrantável
ironia


Salete (11/03)

11.5.19

Estamos em paz!























é obscena a naturalidade
com que se despe
a veste do dever
para vestir -se de modo
a condizer com o tempo
que faz 

 - estamos em paz! -

é o que dizem
para depois não mais perceberem
nos ventos de revoltosos volteios
se é de frio ou de medo
o tremor que nas entranhas
sentem


Salete


11.3.19

À luz mínima




à luz mínima
éramos um caudal em movimento
a absorver
a silhueta invertebrada do dia
como se fôssemos
o último gole de vinho
e no entanto
a garganta sempre em estio
a suscitar a dúvida
se nela depositássemos
um coração sem recusas
um quase deleite
no quotidiano rumo
a uma constelação de estrelas
uma noite sem planície

repara
éramos bons em buscar
dádivas onde ninguém
mais as via


Salete (27/06/2017)





5.3.19

Quase poesia






*Se não aparecer, ative a legenda no vídeo.:)